Top

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económicos, social e ambiental

 


A estratégia da Agência Lusa em 2020 orientou-se pelos seguintes pontos, definidos no Plano de Atividades e Orçamento para 2020 e tendo por base a produção de serviços conforme tabela infra :


Tipo Conteúdo Média Diária Contrato Serviço Público
2017/2019
2019 2020
Foto 136 131 100 a 150
Áudio 32 25 30 a 45
Misto 5 5 0
Texto (Todos os Géneros) 493 574 400 a 500
Video 16 19 15 a30
682 754 -


  1. Concluir as negociações para um novo contrato-programa com o Estado e trabalhar no sentido de aumentar a extensão do mesmo por um período superior aos três anos habituais e de encontrar uma nova forma de financiamento da Agência;

    No princípio de 2020 foram iniciadas reuniões com a tutela setorial sobre um novo contrato de prestação de serviço público cujas características numa primeira fase assentavam em:

    • Aumento do período contratual;
    • Aumento da indemnização compensatória devido ao crescimento de gastos com pessoal derivados do descongelamento dos IRCT e do programa PREVPAP;
    • Consideração de uma reserva de investimento para ser utilizada pela Lusa em certas condições e para gastos do foro tecnológico;
    • Manutenção das características de serviço e cálculo do ajustamento;
    • Maior relevância para cumprimento do Decreto-lei das subvenções publicas, DL n.º 167/2008.

    Numa segunda fase foram revistas algumas das considerações acima descritas, encontrando-se o Contrato, na data de elaboração deste relatório, no Ministério das Finanças para validação final, antes de seguir para o Tribunal de Contas para obtenção do visto prévio. Em consequência a Lusa inicia o segundo ano sem um contrato de prestação de serviço público com o Estado.

  2. Debater com o Governo a possibilidade da Agência fornecer um pacote informativo gratuito aos órgãos de comunicação social nacionais, que se encontram a braços com uma gravíssima crise, mediante o aumento do envelope financeiro para a Lusa;

    Este plano estratégico continua a ser analisado com o Ministério da Cultura em paralelo com o contrato acima referido. Dado as suas implicações na atividade da Lusa, e na comunicação social do país, necessita ainda de maior debate e aprofundamento em todas as suas dimensões.

  3. Lançar um grande debate interno que permita preparar a Agência e os trabalhadores para laborar no novo normal decorrente da pandemia do coronavírus e que, como já se sabe, implicará ter muito menos presenças físicas na sede e nas delegações e muito mais pessoas em teletrabalho;

    Foram realizadas reuniões com diretores, órgãos representativos dos trabalhadores e debates com vários oradores de diferentes áreas de especialidade sobre os impactos da pandemia no futuro do trabalho em geral e na área de comunicação social e agências de notícias em específico.

  4. Continuar a investir na modernização tecnológica da Agência, nomeadamente na área da Inteligência Artificial e na robotização da produção noticiosa,

    Durante este ano é de realçar os seguintes projetos ou iniciativas:

    • Continuação do projeto ContraFake de construção de algoritmo de analise de conteúdos na perspetiva de nível de desinformação intrínseco;
    • Voice bot de notícias em contínuo da Lusa;
    • Candidatura a projetos do H2020 sobre desinformação: SayGreen, Iberfier, FY(R);
    • Candidatura com parceiros universitários e empresas tecnológicas de projetos de Text2Story e Legal Augmented Inteligence;
    • Consolidação do uso do Ezyinghts como aplicação de análise semântica do espaço digital;
    • Uso do Portal do Jornalista nas suas componentes de transcrição de áudio para texto, legendagem de vídeos, traduções, sumarização, feed por tópicos;
    • Text mining para automatização de classificação de notícias.

  5. Continuar a trabalhar para manter ou aumentar as receitas próprias, flexibilizando as propostas a apresentar aos clientes; inovar em matéria de conferências a organizar pela Agência ou em que esta possa estar envolvida, trabalhando em conjunto com ministérios e organismos do Estado, mas não excluindo outros interessados; concretizar a comercialização do projeto de TV Corporativa;

    As receitas próprias registaram um acréscimo de €19,5 mil em 2020 face ao ano transato. Ainda que registando ganhos o ano de 2020 foi particularmente difícil e marcado pela pandemia. Os constrangimentos da covid-19 tiveram impacto no ciclo de conferências internacionais planeadas em regime presencial. Ainda assim foram efetuadas algumas, totalmente digitais ou em modo híbrido, o que permitiu obter alguns patrocínios minimizando o impacto. De referir a tendência decrescente da receita proveniente dos Grandes Órgãos de Comunicação Social, por via de rescisões e negociações em baixa, ainda assim compensada pelo aumento verificado nas áreas de negócio Empresas e Institucionais.

  6. Concretizar o processo de Avaliação de Desempenho, tendo por base o estipulado no Anexo 4 do Acordo de Empresa em vigor;
  7. Após diversas reuniões entre a Lusa – Agência de Notícias de Portugal, S.A., o Sindicato dos Jornalistas, o SITESE – Sindicato dos Trabalhadores e Técnicos de Serviços, Comércio, Restauração e Turismo e o SITE/CSRA – Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Centro, Sul e Regiões Autónomas, no final de 2019 foi concluído o processo de revisão do Regulamento da Avaliação de Desempenho, com vista à sua simplificação, tendo sido publicada no Boletim de Trabalho e Emprego n.º 1 de 2020 a alteração parcial ao Acordo de Empresa.

    Devido à situação de pandemia foi decidido que neste ano de arranque se iria implementar um processo simplificado, ou seja, a existência de uma única fase de avaliação a ocorrer em janeiro de 2021 – Avaliação Final - que inclui autoavaliação e heteroavaliação, relativamente a factos de desempenho de 2020.

  8. Continuar a desenvolver projetos e atividades visando melhorar o ambiente de trabalho na Agência.

    Durante o ano de 2020 e apesar da situação de pandemia a empresa disponibilizou infraestruturas tecnológicas a todos os trabalhadores através do incremento do uso de portáteis, redes wifi, acessos VPN e aplicações para reuniões colaborativas. Realizaram-se também remotamente reuniões com parceiros e entidades externas tais como o Estado da União, o Futuro do Trabalho, Jornalismo em teletrabalho e Desinformação em tempos de covid-19. Incentivou-se o uso do portal interno “Nos Lusa” com entrevistas e factos dos trabalhadores da Lusa bem como agenda de eventos e protocolos implementados durante o ano. Por último de destacar o lançamento do Portal do Trabalhador. Esta aplicação vai servir para conter toda a informação relativamente aos trabalhadores da empresa ao nível de vencimentos, férias, declarações várias, processo de avaliação de desempenho e outras funcionalidades a serem desenvolvidas em 2021 (faltas, dispensas e despesas).




Conheça os nossos Produtos e Serviços