Top
  • 14-05-2019 14:46

Mais de 90% dos funcionários públicos guineenses aderiram à greve, dizem centrais sindicais

Mais de 90% dos funcionários públicos guineenses aderiram à greve, dizem centrais sindicais

Bissau, 14 mai 2019 (Lusa) - Mais de 90% dos funcionários públicos da Guiné-Bissau aderiram à greve, que começou hoje e vai decorrer até quinta-feira, convocada pelas duas centrais sindicais do país para reivindicar a melhoria das condições de vida dos trabalhadores.

O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores. Entrar