Top
  • 13-05-2019 22:23

Juíza nega plágio em decisão que condenou Lula da Silva a mais de 12 anos de prisão

Juíza nega plágio em decisão que condenou Lula da Silva a mais de 12 anos de prisão

São Paulo, 13 mai 2019 (Lusa) - A juíza Gabriela Hardt, que condenou Lula da Silva por corrupção em fevereiro, admitiu hoje que escreveu a sentença usando como modelo uma decisão do ex-juiz Sérgio Moro contra o ex-Presidente brasileiro, mas negou a existência de plágio.

O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores. Entrar