Top
  • 17-04-2019 09:37

Guiné Equatorial só deve ir a cimeira lusófona se abolir pena de morte, diz ex-PR timorense

Guiné Equatorial só deve ir a cimeira lusófona se abolir pena de morte, diz ex-PR timorense

Díli, 17 abr 2019 (Lusa) – O ex-Presidente timorense José Ramos-Horta afirmou hoje que a participação da Guiné Equatorial na próxima cimeira da comunidade lusófona deve ser condicionada à abolição da pena de morte antes da realização do encontro.

O conteúdo completo está disponível apenas para Subscritores. Entrar